Um povoado surgido numa estreita península ao lado de uma reserva indígena a cerca de 60 km. ao sul de Porto Seguro.

Esta é uma descrição simplista da vila de Caraíva, na Bahia. Mas por trás dessa simplicidade está, na nossa opinião, a melhor praia de todo o litoral brasileiro. A seguir você vai entender por quê.

Sinta o clima de Caraíva e você nunca mais se esquecerá

Travessia do Rio Caraíva

Ponto de embarque para travessia do Rio Caraíva

Tudo começa na chegada à vila. Como dissemos, Caraíva se localiza em uma estreita península entre o mar e o rio Caraíva.

O detalhe é que chegar até lá percorrendo a península é mais difícil e, para quem vem de Porto Seguro, Arraial d’Ajuda ou Trancoso, muito mais longe. Então praticamente todos os visitantes deixam o carro na margem do rio e atravessam em canoas guiadas por nativos da região (R$5). Você tem a sensação de estar em uma ilha.

Não existem carros em Caraíva!

Carros são proibidos em Caraíva!

Quando eu atravesso esse rio, me sinto transportado para uma outra dimensão. As razões são várias, mas a mais óbvia se percebe ao descer da canoa: em Caraíva todas as ruas são de areia (igual à da praia) e não existem carros nem motos!

Ou você anda a pé ou contrata uma carroça (só para levar suas malas, por favor). Sinal de celular, até nossa última visita (em Março de 2016) somente da operadora Vivo em alguns pontos específicos da vila – que não vamos dizer quais são 😀 (esquecer o celular por alguns dias é uma boa). Mas se você precisar, as pousadas e restaurantes costumam ter wi-fi.

A população de cerca de 1.000 moradores é muito simpática. Você vai ouvir com frequência um “bom dia” ao passar por alguém nas ruas. São nativos e também pessoas que se encantaram pelo lugar e deixaram a vida em grandes cidades para viver em Caraíva, seja tocando negócios próprios ou trabalhando em pousadas e restaurantes.

Não existe iluminação nas ruas – somente nas casas e comércios. Esse simples fato cria uma atmosfera totalmente diferente e proporciona um espetáculo durante a noite. A quantidade de estrelas nas noites sem luar é fabulosa e para quem gosta de astronomia, como eu, somente esse fator já vale a visita. Deite-se na praia numa área sem luzes ao redor em uma noite escura e se encante com a visão 360º das estrelas.

Quando você atravessa o rio e desce da canoa, começa a se desligar gradativamente do ritmo de vida urbano. A vida em Caraíva transcorre tão calma quanto as águas do rio em direção ao mar.

Rio Caraíva em seu calmo fluxo para o mar

Rio Caraíva em seu calmo fluxo para o mar

E você vai entrando nesse ritmo. Nos primeiros dias você vai se preocupar em usar um chinelo para caminhar pelas ruas e em carregar uma lanterna para encontrar o caminho de casa à noite. Mas depois de alguns dias talvez abra mão de tudo isso.

Festa ou sossego?

Caraíva é um lugar tranquilo na maior parte do tempo. E é obrigação do visitante conservar isso. Respeite o ritmo da vila, aproveite a paz e o silêncio. Este não é um lugar para levar caixas de som e ficar escutando música no último volume. Conserve o som em níveis suficientes para você e seus amigos apenas. Seja um visitante consciente e não quebre a harmonia do lugar.

Isso não significa que seja um lugar chato. Pelo contrário! No réveillon, por exemplo, Caraíva “bomba”. Para quem está afim de curtição é a melhor época. Para quem quer descanso e sossego, melhor escolher uma data diferente.

Em feriados prolongados dá pra aproveitar algumas festas e também descansar. E ultimamente até mesmo fora dos feriados dá pra curtir um pouco à noite também.

Noite em Caraíva

A tradição em Caraíva é o forró. No verão e feriados prolongados o Forró do Pelé e o Forró do Ouriço se alternam, um a cada noite, com forró Pé de Serra para os casais dançarem colados até o sol raiar, bebendo Netuno e Catuaba.

Além do forró, outras boas opções para a noite são:

Pizzaria do Porto, que tem música ao vivo à beira do rio. Também vale a pena experimentar as pizzas, bem gostosas. No verão, tradicionalmente se apresenta no local a banda Caraivana, que faz uma MPB de primeira qualidade, com músicos de alto nível.

O Bar Lagoa, localizado num imenso terreno no meio de Caraíva, tem também uma ótima pousada e restaurante. O ambiente é ótimo e em algumas noites o amplo espaço também é utilizado para festas, como o pré-réveillon.

No réveillon acontecem festas no Bar da Praia e no Côco Brasil, ambos na beira da praia. Nos últimos anos também têm acontecido outras festas além dessas já tradicionais, contando inclusive com nomes expressivos da música brasileira.

Curtindo o dia em Caraíva

Durante o dia você pode ficar tranquilo na praia ou caminhar até a barra, onde tem as opções de banho de rio ou de mar. É uma belíssima paisagem.

Barra do Rio Caraíva - BA

Barra do Rio Caraíva. Atrás destes coqueiros está o mar.

 

Se quiser fugir da rotina, existem outras boas opções:

  • Caminhada até as praias do Espelho ou Satu
    Atravessando o rio, você caminha em direção à praia do Espelho, considerada uma das mais bonitas do Brasil. É uma caminhada relativamente pesada, que dura cerca de 3 horas (programando bem o horário é possível voltar de ônibus). Se você quiser algo mais leve, na mesma direção porém a apenas cerca de 40 minutos você chega à praia do Satu, onde há também uma bela lagoa junto à praia.
  • Descer o rio numa bóia
    Um passeio bastante pitoresco. Você contrata uma lancha que te leva até a Prainha, alguns poucos quilômetros rio acima. A lancha te deixa com uma câmara de ar de caminhão no horário da maré vazando e aí é só subir em cima dela e deixar o rio te levar de volta à vila. Uma descida de cerca de uma hora pelas curvas do rio, em meio a uma densa mata atlântica e mangues na margem. Vale a pena.
  • Passeio de buggy até Corumbau
    Passeio de Buggy rumo a Corumbau

    Passeio de Buggy rumo a Corumbau

    São 12 km. num Buggy atravessando toda a reserva indígena Pataxó, sendo uma grande parte do trecho pela areia da praia. Então você atravessa o rio e está na ponta de Corumbau (distrito de Corumbau, município de Prado), onde pode passar o dia em uma praia diferente e também mergulhar na barreira de corais.

A aldeia Pataxó

Expressão do povo Pataxó

Expressão do povo Pataxó

Se minhas contas estão certas, eu já fui a Caraíva 7 ou 8 vezes. Mas nunca tinha ido até a aldeia de Barra Velha, dentro da reserva Pataxó.

É verdade que os índios, como não poderia deixar de ser diante da proximidade de povoações não-indígenas, já se encontram bastante “civilizados”. Mas ainda assim eu recomendo muito visitar a aldeia nas noites de sexta-feira, quando ocorre o ritual de cunho espiritual da tribo. Essa é uma tradição que me pareceu bastante preservada.

Fiz um pequeno vídeo, obviamente sem iluminação para não atrapalhar o ritual, mas que fornece uma ideia do que você verá em sua visita:

Fomos extremamente bem-recebidos na aldeia. Ao final do ritual os visitantes podem degustar pratos típicos da tribo junto com os índios. Nós comemos um peixe assado na folha de uma planta local chamada Patioba que é simplesmente incrível.

Nosso máximo respeito a este povo que há mais de 500 anos é oprimido e luta por melhores condições de vida e também pela preservação das suas tradições.

Daft Punk em Caraíva?? 😮

Pode parecer irônico o contraste entre este assunto e a visita à aldeia Pataxó. Mas é algo muito incrível!

Para quem não está “ligando o nome à pessoa”, Daft Punk é um duo de música eletrônica que certamente está entre os principais nomes do gênero no mundo. Em 2014 a dupla faturou simplesmente 5 Grammys, com o álbum que contém a faixa abaixo, que você certamente conhece:

Pois bem. Um dos integrantes do duo, Thomas Bangalter, é filho de um certo Daniel Bangalter, conhecido como o “Francês de Caraíva”.

Dani, como alguns o chamam por lá, foi um músico/produtor de relativo sucesso na França nos anos 70. Sua esposa é mineira de Belo Horizonte e, após conhecer Caraíva, ele passou a investir na cidade. Tem imóveis por lá, é dono de uma pizzaria e agencia a banda Caraivana, mencionada anteriormente. Hoje Daniel Bangalter vive na ponte aérea entre Paris, BH e Caraíva, onde fica cerca de 6 meses por ano.

Como esses caras do Daft Punk nunca aparecem em público sem os capacetes (marca registrada deles) eu fico pensando: será que eu já passei por um Daft Punk em Caraíva?? Pois o pai eu já encontrei por lá 🙂

Gastronomia

Caraíva conta com bons restaurantes. Já mencionamos a Pizzaria do Porto e o Lagoa, que tem um cardápio bem variado. Merece destaque também o restaurante Aquarius, na rua à margem do rio. Sua fachada não demonstra, mas a cozinha é de excelente qualidade, com ótimos pratos. Recomendamos a moqueca de lagosta e o camarão VG, que é mesmo “Verdadeiramente Grande”!

Ponto dos Mentirosos é onde fica o Boteco do Pará

Ponto dos Mentirosos é onde fica o Boteco do Pará

Mas o maior destaque vai para o Boteco do Pará, uma tradição de Caraíva, no local curiosamente chamado de Ponto dos Mentirosos (foto ao lado).

O Pará é nativo de Caraíva e casado com a simpática Cláudia, mais uma ex-turista que se mudou de vez para esse lugar mágico. Desde 1988 ela saía de Belo Horizonte todo verão rumo à vila, até que um dia, movida também pelo relacionamento que já se desenvolvia com o atual marido, resolveu abandonar a cidade e ir viver em Caraíva.

Com o passar do tempo, ela introduziu o pastel no cardápio e hoje ele é o hit. No verão o bar chega a vender 1.000 pastéis por dia.

Acredite em mim: você precisa experimentar o pastel de arraia com queijo tomando uma cerveja nas mesas à margem do rio! É o meu lugar favorito para ver o pôr do sol em Caraíva.

Que tal tomar uma cerveja com essa vista?

Que tal tomar uma cerveja com essa vista?

Hospedagem

Caraíva tem as mais diversas opções de hospedagem para todos os bolsos, desde campings até pousadas de alto padrão. Difícil listar todas.

Em nossa última visita, nos hospedamos na Pousada da Praia. Localizada a apenas 30 metros da parte central da praia, justifica o nome.

Pousada da Praia - Caraíva

Pousada da Praia

A pousada é extremamente simpática e bem localizada. Conta com 11 apartamentos no total, sendo 9 térreos e 2 no deck. Todos eles têm TV e ar condicionado. A pousada também tem wi-fi e um gazebo super agradável como área de convivência.

O café da manhã é muito bom, com sucos, pães, frutas da região e outros quitutes, além de panquecas e tapiocas preparadas na hora, basta pedir.

Acesse pousadapraiacaraiva.com.br para consultar os preços e fazer sua reserva.

Como chegar a Caraíva

O aeroporto mais próximo é o de Porto Seguro. Caso você opte pela viagem aérea, deve ir até lá e providenciar um transfer para Caraíva.

Será necessário atravessar para Arraial D’Ajuda na balsa e então seguir no sentido sul. São cerca de 60 km. de Arraial até Caraíva, sendo aproximadamente 40 km. em estrada de terra. É um pouco sofrido, mas vale a pena, pois isso “seleciona” os visitantes do lugar. O estilo Axé Music e carros de som nas ruas não combina com o lugar (até porque carros não entram na vila).

Placa de entrada para Caraíva

Entrada para Caraíva no km. 768 da BR-101

Se você resolver ir de carro, atenção: caso chegue pelo sul (vindo de São Paulo, Rio ou BH, por exemplo) não acredite no Google Maps. Ele indicará o caminho por Trancoso, que é pelo menos 80 km. mais longo. Fique atento ao atalho:

Subindo sentido norte pela BR-101, você passará pelos municípios de Prado e depois Itamaraju. Antes de chegar à cidade de Itabela, no km. 768 da rodovia, haverá uma entrada para o povoado de Monte Pascoal. Passando por este povoado, serão 50 km. em estrada de terra transitável por veículos de passeio sem grandes problemas. Tudo bem sinalizado até Caraíva.

Caso você venha do norte (Brasília, Salvador e todo o nordeste) a entrada será por Eunápolis até Porto Seguro e daí o mesmo caminho de quem chega de avião.

Como chegar a Caraíva

Como chegar a Caraíva (imagem: sparvati.com)

Visite e preserve Caraíva

Caraíva é um ponto singular no extenso litoral brasileiro. É um belíssimo lugar que pode ser muito bem aproveitado pelos turistas. Mas por outro lado é preciso que haja consciência de quem visita a vila.

Cuide do seu lixo e se comporte de acordo com o clima do lugar. Em Caraíva você tem a oportunidade de se conectar com a natureza de uma forma cada vez mais rara hoje em dia. Desligue-se um pouco da tecnologia, caminhe com o pé na areia, tome banho de rio. Admire o céu à noite e o mar de dia. Interaja com as pessoas e também com os simpáticos cachorros que vivem pelas ruas de areia.

Integre-se ao estilo da vila e tenha uma experiência inesquecível. Desde a minha primeira visita, eu nunca mais deixei de voltar a este lugar incrível.

Quer visitar Caraíva? Conheça a MaxMilhas, nosso parceiro de passagens aéreas emitidas com milhas de terceiros, onde muitas vezes conseguimos encontrar passagens aéreas mais baratas que nas próprias companhias aéreas.